Compreendendo o que é a Dependência Química - Vício em Drogas

Compreendendo o que é a Dependência Química - Vício em Drogas

Quem começa a consumir drogas, é por mera curiosidade, no entanto depois do uso intensivo e regular destas, começa a haver uma dependência química.

Dependência essa que é caracterizada pelo estado físico do individuo que usa habitualmente drogas, com consequências negativas no seu organismo.

Habitualmente esta dependência química mostra-se quando o indivíduo tenta uma abstinência de forma radical, numa tentativa de deixar o consumo das drogas.

A dependência química, ao contrário do que muitos pensam, é muito diferente de vício das drogas.

Isto porque, o viciado em drogas, sente uma necessidade compulsiva de ingerir drogas, enquanto que o dependente químico, é definido pela tolerância à droga, e os sintomas de abstinência quando há uma interrupção no seu uso.

Atualmente a dependência química é considerada uma doença, uma doença que afeta a nível físico, psicológico e até social.

Muitos indivíduos desculpam o consumo de drogas pelos problemas da vida, já que é uma forma para durante algumas horas não pensar nos mesmos, no entanto esse refúgio irá levar à dependência química, dependência essa que não é fruto de um único fator, mas sim de um conjunto destes que atuam ao mesmo tempo.

Em alguns indivíduos são uns fatores, em outros, outros fatores, no entanto tem que existir uma predisposição física e emocional para a dependência, já que esta só ocorre depois de existir um consumo regular e intenso de droga, e quando o indivíduo tenta deixar a mesma, o seu organismo não aceita de uma forma liberal, pois os químicos tornam o seu organismo completamente dependente da utilização dos mesmos, muitas vezes diariamente.

A dependência química afeta não só o seu organismo, e por consequência a sua saúde, como também quem o rodeia. Causando-lhe problemas sociais, familiares, profissionais, etc, danificando-lhe assim de uma forma quase que avassaladora a vida que outrora seria perfeita.

A dependência irá levá-lo a ter atitudes que não seria habitual, ou seja, a transformá-lo numa pessoa que habitualmente não seria e isso irá causar-lhe muitos problemas com todos aqueles que o rodeiam, por muito apoio e ajuda que possa ter destas pessoas, elas não irão aceitar que os tratem mal, atitude que poderá ser tida por aqueles que sofrem de dependência química.

Esta doença, assim como a diabetes (por exemplo) pode ser tratada através de um tratamento intensivo, no entanto enquanto que com o tratamento da diabetes o doente poderá ingerir açúcar desde que de uma forma controlada, com a dependência química, o indivíduo não poderá ingerir novamente drogas de uma forma “social”.

Por isso é necessário uma grande força de vontade e um sincero desejo do dependente, para que o tratamento seja eficaz, e tenha força para lutar contra essa doença para o resto da sua vida.

Não se esqueça que a dependência química não está apenas no seu corpo, mas também na sua mente, por isso a força de vontade é o fator essencial para o sucesso de qualquer tipo de tratamento a realizar.

Oferecemos o Tratamento Humanizado, um tratamento especializado para dependentes de drogas com foco no dependente e não no vício, assim tratamos não a doença e sim o ser humano.